Blog /

O Estúdio.

http://www.go-studios.com

Montando um Estúdio

Em algum momento de sua carreira, muito provavelmente, um fotógrafo questionará a necessidade de um estúdio.   Muitas vezes, ao se chegar à este momento, o fotógrafo não sabe exatamente como montá-lo e o que realmente necessita, seja no que diz respeito à espaço, seja no que se refere à equipamento.  Se o profissional fotografa objetos pequenos como jóias, suas necessidades serão diferentes daquele que fotografa carros e do outro que fotografa sapatos.   Não existe uma definição única de como um estúdio deve ser, já que isto varia de acordo com o trabalho de cada fotógrafo.   Podemos chegar à um consenso no que diz respeito à um estúdio “genérico” ,  considerando-se um estúdio “genérico” aquele estúdio onde podemos fotografar uma pessoa de corpo inteiro em um fundo iluminado.  Um estúdio deste porte serve tanto àquele que fotografa pessoas como àquele que fotografa pequenos objetos.

 

Área:

Estudio

Um bom estúdio , em minha opinião, deveria ter pelo menos 50 m2, com medidas de 10 m x 5 m.    Os rolos de papel para fundo-infinito de estúdio medem 2,70 m de largura, sendo esta uma medida padrão entre a maioria dos fabricantes.  Ao iluminarmos o fundo, devemos colocar os tripés com as luzes fora da área do papel destinada ao modelo, o que nos faz acrescentar mais um metro de cada lado e arredondar para 5 metros a largura do estúdio.   O (a) modelo deve estar distante do fundo por algumas razões:

– deve haver uma curvatura do fundo entre a parede e o piso.   O posicionamento do flash em relação a um fundo-infinito com pouca curvatura causa uma mancha mais escura na parte inferior do mesmo, uma vez que a luz chega naquela área do canto com menos potência uma vez que a distância entre o canto (90º) e a flash é maior que das paredes até o flash.

seamless

Como vemos na imagem acima, o fundo-infinito, quando bem construido, deixa a iluminação do fundo homogênea, pois a luz gerada pelo flash chega aos pontos X com a mesma intensidade.  Caso não houvesse um fundo-infinito, a luz do flash chegaria até o ponto Y com menos intensidade, causando uma “faixa” mais escura atras do (a) modelo no primeiro plano.

nytimes

Um estúdio com fundo-infinito na parte inferior e superior

 

61tq1y6dIeS._SL1500_

Fundo-infinito construído em angulo

 

Studioimage-for-print-sharpened1

 Estúdio com fundo removível

White-Seamless-Test_Rustic-White009

Como vemos na imagem acima, os biombos/tapadeiras são utilizados para separar a iluminação entre  primeiro e  segundo plano.

– deve haver uma distância de aproximadamente 4-5 metros entre o (a) modelo e o fundo de forma que possamos controlar a luz do primeiro e do segundo plano de forma independente, sem que uma seja afetada pela outra.

– Levando em consideração um profissional trabalhando com uma câmera full-frame e uma lente 100 mm, ele deverá estar a aproximadamente 5 metros da modelo, totalizando dez metros de distância e cinco de largura.

Não se deve esquecer do pé-direito de pelo menos 3,50 m, caso haja necessidade de se posicionar flashes sobre o (a) modelo.

Esta seria a área de trabalho durante a execução de fotos.  Logicamente, cada profissional deve adequar seu espaço à sua área de mercado.  Um fotógrafo de gastronomia deve possuir um cozinha equipada próxima à área de execução, assim como  fotógrafos de recém-nascidos necessitam de um estúdio climatizado e silencioso.

Coloco aqui os links de alguns estúdios de aluguel no Rio e no exterior, para dar uma idéia do espaço e sua utilização.

http://www.studio188.com.br/

http://studiodocais.com.br/

http://hudsonstudios.com/

http://www.go-studios.com/

http://www.beelectric.tv/

Comments are closed.